Continua após a publicidade..

Geração de Vidas: Jornada de trabalho intermitente

Continua após a publicidade..

Geração de Vidas: Jornada de trabalho intermitente

A jornada de trabalho intermitente é uma forma de contrato de trabalho que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado atual. Essa modalidade permite que os trabalhadores tenham uma maior flexibilidade em relação aos horários de trabalho, o que pode ser extremamente vantajoso para aqueles que buscam conciliar diferentes atividades ou que possuem outras responsabilidades.

O que é a jornada de trabalho intermitente?

A jornada de trabalho intermitente é uma modalidade de contrato de trabalho prevista na legislação brasileira desde a reforma trabalhista de 2017. Nesse tipo de contrato, o trabalhador é convocado para prestar serviços de forma não contínua, ou seja, de acordo com a necessidade do empregador.

Essa modalidade de trabalho é especialmente comum em setores como o comércio e a hotelaria, onde a demanda por mão de obra pode variar bastante ao longo do ano. Com a jornada de trabalho intermitente, o empregador pode convocar o trabalhador apenas quando há necessidade, evitando assim gastos desnecessários com a folha de pagamento.

Como funciona a jornada de trabalho intermitente?

Na jornada de trabalho intermitente, o trabalhador é convocado para prestar serviços por meio de um contrato de trabalho intermitente, que deve ser registrado em carteira. A convocação pode ser feita pelo empregador com antecedência mínima de 3 dias, e o trabalhador tem o direito de aceitar ou recusar a convocação.

Uma vez aceita a convocação, o trabalhador deve comparecer ao local de trabalho no dia e horário estabelecidos. A duração do trabalho pode variar de acordo com a necessidade do empregador, respeitando sempre o limite máximo de 8 horas diárias ou 44 horas semanais.

Quais são os direitos do trabalhador intermitente?

Os trabalhadores intermitentes possuem os mesmos direitos garantidos aos demais trabalhadores, como férias proporcionais, 13º salário, FGTS e previdência social. Além disso, eles também têm direito a receber remuneração proporcional às horas trabalhadas, incluindo o pagamento de horas extras e adicional noturno, quando for o caso.

É importante ressaltar que, mesmo nos períodos em que não estão trabalhando, os trabalhadores intermitentes têm direito a receber uma remuneração mínima mensal, que deve ser equivalente ao valor do salário mínimo vigente.

Quais são as vantagens da jornada de trabalho intermitente?

A jornada de trabalho intermitente traz diversas vantagens tanto para os trabalhadores quanto para os empregadores. Para os trabalhadores, essa modalidade de trabalho oferece uma maior flexibilidade de horários, permitindo conciliar diferentes atividades e responsabilidades.

Além disso, a jornada de trabalho intermitente também pode ser uma oportunidade para adquirir experiência em diferentes áreas, já que o trabalhador pode ser convocado para atuar em diferentes empresas e setores.

Para os empregadores, a jornada de trabalho intermitente representa uma forma de reduzir custos com a folha de pagamento, já que eles só precisam pagar pelos serviços prestados quando realmente há demanda.

Quais são as desvantagens da jornada de trabalho intermitente?

Apesar das vantagens, a jornada de trabalho intermitente também apresenta algumas desvantagens. Uma delas é a falta de estabilidade financeira, já que o trabalhador pode ficar períodos sem ser convocado e, consequentemente, sem receber remuneração.

Além disso, a jornada de trabalho intermitente também pode gerar uma maior insegurança em relação aos direitos trabalhistas, já que essa modalidade de contrato ainda é recente e pode gerar dúvidas sobre a garantia de todos os direitos previstos em lei.

Como se preparar para a jornada de trabalho intermit

Para se candidatar, clique aqui